domingo, 8 de maio de 2011

Mãezinha...saudades eternas...

O que fazer com uma dor que corta o peito dilacerado...ainda não sei...
Gratidão eterna querida Mamãe por tudo o que fizeste por mim, amo-te além da vida...

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
Luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro
puro pensamento.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo-
de tirá-la um dia?
Fosse eu rei do mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
Mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho. (A.D.)

Parabéns à todas as mamães.

Flores e Luz.

7 comentários:

Ricardo disse...

Penso eu o quão desumano deve ser perder uma mãe... Forças amiga, nem tudo está perdido. Flores e Luz.

Janaina disse...

Olá!

Linda imagem.E que poesia bonita!
beijo e um maravilhosa semana!

Silvia Astróloga disse...

Mo, a dor dilacerante no peito não tem cura mesmo, quando perdemos quem amamos tanto... fica um vazio lá dentro.
Mas o dia passa e a noite virá, amanhã é um novo dia e tudo estará melhor.
Linda poesia.

Beijos
Silvia

Daniele O disse...

Oi
Que saudades! lindas palavras!
Esse foi o primeiro dia das mães que não passei com minha mãe, vim para Santos a trabalho, aquele novo trabalho sabe, então mas senti muita saudade nunca tinha ficado longe dela, ah mas liguei e matei um pouco da saudade! P. estava comigo veio me ver e passar o final de semana, não vejo a hora de voltar, mas tem bastante trabalho por aqui, por isso dei uma sumida!
Bjs
Ser Estranho Ser !

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Oi Ricardo, é desumano mesmo...obrigada pelo carinho...vida que segue, sempre...
Beijinhos.

Oi Jana querida! Imagem tocante né, gosto dela. E a poesia é muito bela, uma pena que desconheço o autor.
Tenha uma luminosa semana flor. Beijinhos.

Sil minha flor, obrigada pelas belas palavras e pelo carinho, vida que segue né...
Beijinhos querida.

Dani queridona!!!! Que bom que consegiu falar com sua mãezinha, temos mesmo que aproveitar todos os momentos, graças aos Deuses eu fiz isso, ainda bem senão iria ficar pior ainda né! Fico feliz que a "nova vida" esteja em movimento, coisas ainda mais lindas acontecerão. Deve ter ficado bem alegrinha pertinho do seu amor né?! rs.
Beijinhos e uma linda semana pra vcs.

Flores e Luz.

Ricardo disse...

Oi Mônica querida! Aqui eu de novo. Vim agradecer os comentários e também a convidar para conhecer meu recente novo blog, que é praticamnete a continuação da Estrela Guia: http://ricardo-simplesmente.blogspot.com/

Fabiano Mayrink disse...

Oi Monica vim te visitar, senti saudades, que lindo texto... As vezes prefiro nao ficar pensando muito nisso pq bate uma tristezinha... Mais enfim devemos lembrar dos momentos felizes!! um abraço forte pra vc