quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Feliz Ano Novo!



Desejo de todo coração que todas as minhas flores, rosas e cravos do meu jardim tenham um 2011 abençoado, repleto de realizações, saúde, prosperidade e muitas felicidades.
Obrigada à todos pela amizade e carinho, ano que vem espero continuarmos juntos e conectados no amor divino.

Feliz Ano Novo!!!

Beijinhos.

Flores e Luz.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Canta e Dança Mulher



Canta e Dança Mulher

Lembra mulher de quando teus pés descalços pisavam na terra molhada,
depois da tempestade tão esperada...
Recorda quando teus ouvidos sabiam compreender as mensagens que o vento assoprava para o teu espírito...
Inspira fundo e sente o aroma daquela época onde viveste próxima aos frutos e às flores e tudo acontecia em tempo certo, sem apressamentos...
Compreende que teu corpo e tua alma obedeciam à voz da Grande Mãe,
e tua vida fluía plena de sabedoria, pois tu representavas a Deusa, o sagrado feminino,
e de ti resplandecia toda a generosidade...
Recorda que conhecias bem os mistérios da Lua, tua irmã, e te guiavas por instintos e intuições, sonhavas com as respostas e cheia de confiança em teu coração guiava a tua vida
e de tantos outros por caminhos seguros...
Tua natureza, sempre disposta a dar vida e dela cuidar, ligada por estreitos laços aos ritmos e ciclos do universo, sabia cantar e dançar, e assim espalhava alegria pelo norte, pelo sul, pelo leste e pelo oeste, sem perder o teu centro...
Rosa dos ventos e dos tempos, hoje estás novamente aqui, mas não te esqueça jamais de continuar a cumprir o teu sagrado papel...
O Universo ainda carece do teu feminino...

Ah! Então canta e dança e o destino dos homens se cumprirá!

Flores e Luz.

(Infelizmente desconheço a autoria)

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Mensagem da Alma

"Exortação da Deusa Estelar"
(Versão de STARHAWK)

Eu sou a beleza da terra verde e da Lua
branca entre as estrelas
e os mistérios das águas,
Eu peço que seu espírito venha a mim.
Pois Eu sou o espírito da natureza que dá vida ao universo.
De Mim emanam todas as coisas e para Mim elas têm de retornar.
Que a minha adoração esteja no coração que se rejubila, pois veja
- todos os atos de amor e prazer são Meus rituais.
Que haja beleza e força, poder e compaixão,
respeito e humildade,
alegria e reverência em seu interior,
E você que procura Me conhecer, saiba que a sua busca
e aspiração serão em vão, se não conhecer o Mistério:
porque se o que você procura, não for encontrado no seu interior,
jamais será encontrado fora de você.
Pois veja: eu estou com você desde o começo,
e eu sou aquilo que
é alcançado no fim do desejo.

Lindo final de semana à todos.

Flores e Luz.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Pedra de 2011 - Lápis Lazúli

Pois é gente, o ano já está terminando, e 2011 já está aí, batendo na nossa porta.
Hoje quero compartilhar com vocês, um texto da competente litoterapeuta Angélica Lisanty, que carinhosamente me autorizou a utilizar este belo e rico material.


Pedra do ano de 2011 - Lápis Lazúli

O Lápis Lázuli, rocha metamórfica, vem como um bálsamo neste período, onde poderemos abrir nossa consciência para ver os objetivos espirituais que estão por traz deste momento da humanidade. Ele nos ajuda a entender, a discernir, a aprender sobre o momento em que estamos vivendo.

Uma pedra sagrada, utilizada por muitos povos antes de nós, sempre com objetivos espirituais elevados, como conexão e visão sob um olhar espiritual da realidade aqui na terra. No aspecto físico, pode agir como uma pedra calmante, anti-ansiolítica, promovendo o relaxamento e induzindo ao sono tranqüilo. Ajuda de forma vibracional a reforçar o sistema imunológico do organismo. Auxiliar no tratamento de afecções de pele, acnes, eczemas e urticárias. Age beneficamente sobre as disfunções hormonais e também sobre a frigidez. Atua sobre o metabolismo, favorecendo a perda de peso.

No aspecto emocional, movimenta o universo interior sempre em busca de seus desígnios maiores, ao sentido da vida, ou ao que veio nesta encarnação. Proporciona o reencontro e a religação consigo mesmo. É capaz de abrandar e solucionar estados emocionais de conflitos interiores. Promove a auto-aceitação e a auto-estima. Faz com que possamos nos sentir acolhidos pelo universo, e fortes o suficiente para enfrentarmos o que vier pela frente. Favorece a força da alma, em sentido elevado, sobre a mente. Auxilia nos processos de cura de somatizações, pois ela faz com que a pessoa possa compreender o “porque” adoeceu, e o que vai fazer por si mesmo para se curar, com sabedoria e muita, muita proteção espiritual.

No aspecto mental é capaz de abrir a visão positiva de nossas virtudes. Promove a abertura mental ao plano da sabedoria superior. Faz abertura do discernimento e da absorção de novos conhecimentos. Abre a mente para o novo, o mais belo, o mais artístico, o mais inspirado, enfim, todas as conexões positivas da alma com o refinamento intelectual e espiritual. Esta pedra é capaz de fazer a abordagem de sua energia de forma natural, sem choques, inspirando a mente aos mais nobres e elevados conceitos de sua alma. Favorece a concentração, induz ao estado meditativo e à profundidade interior. Boa conselheira nos casos de tomadas de decisões ou posicionamentos firmes em casos delicados.

No aspecto espiritual ela promove a contemplação da espiritualidade. Possui uma propriedade especial que é a de purificação, não só do corpo físico, como também dos corpos sutis. Esta purificação é no sentido de elevação da alma e de realinhamento energético. Sua ação protetora é bastante forte. Assim como a abertura que promove, para o entendimento na matéria, do mundo espiritual.

Enfim, podemos entender que o caminho sempre será pelo autoconhecimento e pelo entendimento da alma e do seu coração, adaptando o nosso "ser" à mudança do padrão vibracional universal. A energia universal vem caminhando nesta direção há 20 anos, pois em 2012 estará à nossa porta a abertura da Era de Aquário, uma nova consciência participativa da iluminação, da transformação da consciência individual para obtermos a elevação espiritual, para a qual o processo de adaptação não existe um "remédio", mas sim uma atitude de mudança interior.

Flores e Luz.




quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Um só Jóia

Olá flores, rosas e cravos lindos do meu jardim perfumado.
Hoje vou postar aqui o trecho de um livro que li nos idos dos anos 90, e que amei! Esta parte que colocarei, foi a que mais marcou para mim, acho que pelo fato de ser a descrição de uma dança. É claro que já li umas duas vezes à mais, mas este trecho eu li milhares de vezes, inclusive até para as minhas alunas (Dança do Ventre).

O livro se chama:
"Uma Mulher chamada Tii" - Editora Radhu -
É um romance mediúnico de Marilusa Moreira Vasconcelos por Tomás Antonio Gonzaga e César.
Farei algumas adaptações para ficar mais breve.

Boa viagem...

Uma só Jóia

...foi neste momento, que as servas do séquito real foram anunciadas e começaram a entrar se posicionando no enorme salão...

Um gongo soou e meninas dançarinas entraram jogando flores que forraram o chão do recinto. Em seguida, algumas esculturas colocadas no salão foram acesas. Eram velas gigantescas de cera, e de sua fumaça se evolava um perfume suave e inebriante.

Uma euforia anestesiante tomou conta dos presentes, Amenhotep percebeu, com impacto, que a jovem aluna usava de seus conhecimentos, para envolver os presentes com um filtro de amor, mas procurou permanecer impassível. Aquela essência ele não lhe ensinara. Então quem?...

O bem estar causado pela essência já dominava os presentes. Se Tii estava com intenção de ser amada, por certo, usava expedientes para tanto.

Em seguida, núbios fortes entraram com tochas protegidas por vidros coloridos que, a medida que eles caminhavam, impregnavam de nuances e movimentos o pavimento e as paredes, causando uma sensação de leveza tal, que ele só conhecera quando mergulhava nas águas claras do lago do oásis, nadando entre peixes e vegetação exótica.

Foi a vez dos músicos, com alaúdes, flautas, instrumentos de cordas e percussão, cantando alegremente, saudarem todos os presentes. E, então, de repente, todas as luzes se apagaram. As tochas foram abafadas e, na porta de entrada uma única luz se viu e nela a silueta de Tii. O derbak apenas se ouvia, tocando ao ritmo do coração. A própria respiração dos presentes estava suspensa.

Yuaa e sua esposa perceberam que a filha ia executar uma das danças sagradas, que aprendera no Templo de On, a dança da fertilidade e do amor...ao lado do casal real, o príncipe herdeiro observava ansioso.

Quando Tii atingiu o centro da sala, as tochas foram novamente acesas. Elas eram giradas nas mãos dos servos, de tal sorte que a luz projetada pelos vidros multicores criava estranha atmosfera de luz e cores, no espaço, e nas vestes diáfanas da jovem noiva. Ninguém saberia dizer qual seria a cor de seu vestido. A música subiu envolvente e ela dançava. O ventre desnudo, os movimentos ondulantes, ela se fazia ali, meio mulher, meio serpente. Os cabelos esvoaçantes pelas costas, cintilavam de pedras finas, os seus pés descalços, sustiam-na nas pontas como se deslizassem no solo...o ventre ondulava em movimentos ora lentos, ora rápidos, acompanhando o ritmo da música que invadia o imenso salão.

Seus lábios vermelhos sorriam com voluptuosidade, e as mãos pareciam mover-se a maneira dos cisnes. Os volteios do corpo faziam as vestes girarem e os véus movidos pelas mãos teciam arabescos no ar, mostrando o corpo fino e delicado, a pele clara.
A pequena princesa ia e vinha nos volteios. Ao parar diante do trono os movimentos do quadril se fizeram mais rápidos e os ombros acompanhavam, destacando seu bustiê ricamente bordado em pedrarias. O tronco tombava para frente e para trás e a agitação dos movimentos era tão harmoniosa que era difícil saber o esforço dispendido, e como se conseguia harmonizar todo o conjunto dos movimentos dos membros, do ventre, dos ombros, da cabeça.

Tii parecia agora tomada pela música, girava com tal graça e leveza que parecia iria alçar vôo. Foi depois abaixando para o solo, enquanto os movimentos dos quadris continuavam.

Ninguém percebera, mas no chão haviam colocado uma espada de ouro toda trabalhada. Ela abaixou-se e a tomou, girando com ela.

Os presentes não conseguiam tirar-lhe os olhos. A música evoluia mais e mais vibrante. Ao som dos instrumentos de percussão, sincronicamente, os quadris subiam, desciam, volteavam, em ondulações longas ou curtas, e as pernas tremiam febricitando as vestes...

Percebia-se que a música atingia seu auge. Tii ergueu a espada sobre a cabeça e voltou-a como contra o próprio peito. Yuaa teve um sobressalto. Todos estremeceram. Iria a jovem dar cabo da própria vida? O príncipe saltou os degraus e ela, atirando-se para trás, lançou-se com as pernas dobradas para trás no solo, a espada sobre a barriga, equilibrava-se, enquanto seus braços se alongavam para trás e para cima como se fossem duas najas prontas para o ataque. O príncipe estancou diante dela e, vendo-o, a menina tomou a espada e estendeu-lhe.

Erguera-se do solo como um felino ágil, e agora erguia os dois braços cumprimentando os reis e seus pais.

Tii com uma vênia foi saindo, acompanhada de seus músicos...

Gostaram?

Flores e Luz.















sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Reflexões de uma Sacerdotisa

Frase do Dia:

"Nós não vemos o que vemos, nós vemos o que somos.
Só vêem as belezas do mundo, aqueles que tem belezas dentro de si".
(Rubem Alves)

Nós devemos criar o mundo no qual queremos viver.
As adversidades da vida estarão sempre presentes, o que mudará alguma coisa, será a forma como vemos essas "coisas".
Estamos a todo momento fazendo escolhas e, diante dos contratempos, sejam eles grandes ou pequenos, precisamos escolher: a derrota (morrer) ou a ascensão (viver).
As coisas são terríveis somente se temos coisas terríveis por dentro, são feias, se temos feiura dentro de nós. Se soubermos cultivar a beleza interior, cada vez mais essa beleza invadirá a nossa vida e, por mais que coisas desagradáveis e pesadas aconteçam, escolheremos sempre ver o lado positivo daquilo.
Não se perca em lamúrias, reclamações e pessimismo, pois quando você se perde desta maneira, é nisso que sua vida se transforma...lembrando também de que tudo o que você reclama, lhe será tirado.
O Universo em sua inteligência, age de acordo com nossos sentimentos e quereres.
Se só pensa em doenças, doenças terá; se só pensa em fracassos, fracassos terá; se só pensa em macumba, a macumba pegará! Os piores obsessores de nossas vidas, somos nós mesmos. Damos força e vida às coisas através de nossos pensamentos e palavras.
Então, que possamos ser fortes, que venham as flores, os amores, a beleza dentro de nós!
A partir de hoje o meu lindo coração, é um belo e perfumado jardim, que sustenta e se preenche de alegria e saúde; e estando assim preenchido, que desse jardim florido, se espalhe o pólen divino através de minhas palavras, gestos e olhares, podendo assim germinar, em outros lindos jardins adormecidos pelo pessimismo e pela dor...se transformando em flor...através do amor.

Por Mônica - Sacerdotisa da Deusa

Flores e Luz.