sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Felicidade - Blogagem Coletiva

Olá minhas flores, cravos e rosas do meu jardim.
Primeiramente quero me desculpar pela ausência, ando muito atarefada no momento. Agradeço pelos comentários feitos desde a 6ª feira passada, muito obrigada pela visita e pelo carinho.

Minha opinião pessoal à respeito da Felicidade

No meu modo de pensar, a felicidade não está em lugar nenhum fora de nós, ela habita dentro do nosso ser. Procurar fora é pura perda de tempo!
Ficamos criando expectativas nos acontecimentos, nas pessoas, em tudo! Daí fica fácil não, temos a quem culpar por sermos tão infelizes e blá blá blá.
Somos responsáveis por nossa felicidade. Felicidade é um estado de espírito. Não sei se estou me fazendo entender, mas falo a respeito da felicidade real, aquela que vem de dentro e independe de fatores externos.

Vou dar um exemplo para deixar mais clara a minha opinião.
Quando passei pela maior tristeza da minha vida (a perda dos meus pais), senti minha alma dilacerada, a dor estava espalhada pelo meu corpo e por todo o meu ser, mas mesmo assim, eu sabia e sentia que a felicidade ainda estava dentro de mim. Eu estava passando por um momento de tristeza, mas isso não queria dizer que eu era infeliz.
O meu avô materno costumava dizer que existem momentos de felicidade, e eu não concordo.
Para mim existem momentos de tristeza, pois a felicidade habita em mim sempre!

Quem me conhece sabe, estou sempre sorridente, e isto não é uma máscara! Eu sou assim, feliz!
Tenho as minhas cicatrizes, mas escolhi ser feliz.
Sou uma pessoa emotiva, altamente compadecida, já chorei e ainda choro pelas tristezas do mundo, das pessoas que nem conheço e que sofrem, rezo por elas, emano amor e felicidade pra tudo que precisa.

Pensem sobre o que escrevi, todos podem ser felizes.
Querem um conselho para começar a pensar assim?

Sejam gratos por tudo o que tem.
Mesmo que chorar, seja agradecido pelo dom de estar vivo.
Quando não entender seu sofrimento agradeça à Deusa Mãe e a Deus Pai, pois se trata de um aprendizado e eles sabem qual o melhor caminho, nós podemos não entender nada do que está acontecendo, mas eles sabem, então confia e vai.
Você tem duas escolhas: a felicidade ou a tristeza. Qual você escolhe?
EU ESCOLHO SER FELIZ!!!


Compartilho agora com vocês, esta pesquisa que achei interessantíssima.

Contagiante como um sorriso

Um sorriso pode ser contagiante. Você não precisa de um sofisticado estudo científico para lhe dizer isto. Mas será que a felicidade se espalha tão rapidamente quanto um sorriso?

A resposta é um sorridente sim, de acordo com uma pesquisa feita por James Fowler (UC San Diego) e Nicholas Christakis (Harvard Medical School). Sua pesquisa acaba de ser publicada no British Medical Journal.

A felicidade é contagiante

A felicidade se espalha de forma muito ampla ao longo de uma rede social, atingindo não apenas as pessoas diretamente envolvidas, mas pessoas com até três graus de afastamento da pessoa que é a "fonte da felicidade".

Os cientistas também descobriram que a felicidade se espalha muito mais rapidamente do que a tristeza e a depressão e parece ter um efeito muito mais poderoso até mesmo do que o dinheiro.

Estudos científicos sobre a felicidade

"Os cientistas se interessam pela felicidade há muito tempo," explica Fowler.

"Eles já estudaram o efeito de tudo, incluindo ganhar na loteria, perder o emprego e ficar doente, mas até agora nunca ninguém considerou o efeito total da felicidade sobre as outras pessoas. Nós mostramos que a felicidade pode se espalhar de uma pessoa para outra pessoa, para outra pessoa, e assim por diante, em uma reação em cadeia através de todas a rede social."

"Um dos principais determinantes da felicidade humana é a felicidade dos outros," afirma Christakis, o outro autor do estudo. "Uma característica inovadora do nosso trabalho foi explorar a idéia de que as emoções são um fenômeno coletivo e não apenas um fenômeno individual."

Na pesquisa, eles usaram técnicas para avaliar a felicidade de 4.739 pessoas de 1983 a 2003, recriando a rede social na qual elas estavam inseridas. Para medir o bem-estar emocional das pessoas, eles se basearam nas avaliações dos participantes quanto a quatro afirmativas: Eu sou otimista quanto ao futuro. Eu sou feliz. Eu curto a vida. Eu sinto que sou tão bom quanto todas as outras pessoas.

O benefício de amigos felizes

A pesquisa mostrou que a felicidade adora companhia. Pessoas felizes tendem a se reunir e, de forma geral, pessoas com mais contatos sociais parecem ser mais felizes. Contudo, apenas o número de contatos não explica a felicidade de alguém.

Em média, cada amigo feliz aumenta sua própria chance de ser feliz em 9%. Cada amigo infeliz diminui essa chance em 7% - ou seja, a felicidade é mais contagiante do que a infelicidade.

Segundo os pesquisadores, a felicidade se espalha em uma rede social atingindo pessoas com até três graus de separação. Você tem 15% mais probabilidade de ser feliz se for diretamente conectado a uma pessoa feliz; 10% se seu amigo tiver um amigo feliz; e 6% se seu amigo tiver um amigo que tenha um amigo feliz.

Felicidade é melhor do que dinheiro

"Os efeitos que observamos podem não parecer tão grandes a princípio, mas considere que uma renda extra de U$5.000,00 foi associada a um aumento de apenas 2% na felicidade e você verá que o poder das outras pessoas é incrível. Alguém que você não conhece e com quem nunca se encontrou - o amigo de um amigo de um amigo - pode ter uma influência em sua felicidade maior do que milhares de dólares a mais em seu bolso," diz Fowler.
Estrutura das conexões interpessoais

A estrutura das conexões interpessoais também importa, com a posição de cada pessoa nesta rede impactando de forma significativa o quão felizes elas são.
De acordo com o estudo, a felicidade das pessoas depende não apenas de quantos amigos eles têm, mas também de quantos amigos seus amigos têm. Em termos de redes sociais, isto é conhecido como "centralidade." E, quanto mais central uma pessoa for - quanto mais conectados forem seus amigos ou quanto mais amplo for seu círculo social - mais provável é que ela venha a ser uma pessoa feliz.

O efeito não funciona no sentido inverso: tornar-se uma pessoa feliz não alarga seu círculo de amizades.

A felicidade mora ao lado

Os cientistas também estudaram o que acontece com a felicidade em relação à distância. Quando um amigo que mora a uma milha de distância (1,6 km) se torna feliz, isso aumenta a probabilidade da pessoa se tornar feliz em 25%. Amigos que moram mais longe não têm efeito tão significativo.
(OBS: Eu Mônica digo que meus amigos que moram longe, tem sim um efeito super significativo na minha felicidade).

"Nós acreditamos que a difusão das emoções tem um aspecto psicobiológico fundamental," diz Christakis. "A interação pessoal física é necessária, de forma que o efeito decai com a distância."

O efeito também decai com o tempo.

Responsabilidade sobre a própria felicidade

Essa pesquisa tem várias implicações práticas, uma das quais sendo o fato de que cada um deve assumir uma maior responsabilidade sobre sua própria felicidade porque isso afeta dezenas de outras pessoas.
"A busca da felicidade não é um objetivo solitário. Nós estamos conectados, e esta é a nossa alegria," diz Fowler. (Fonte: aqui)

Flores e Luz.

14 comentários:

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Eu sou feliz :))

Glorinha L de Lion disse...

Oi Minha deusa linda! Eu concordo com vc, e eu tb escolhi ser feliz. Mesmo com tudo o que já passei na vida, minha escolha sempre foi pelo lado luminoso. Claro que já sofri, me descabelei, chorei muuuuito, mas sempre saio mais forte desses momentos de tristeza. Sei que dentro de minhas limitações e falhas, procuro amar e ser amada, ajudar e ser ajudada. E mesmo não crendo em nada, creio na vida, no que vejo, no que toco e no que a vida me oferece de bom. Linda participação, sinto que vc é de verdade e gosto de vc por isso, bjs

Isadora disse...

Minha amiga, eu adoro passear por aqui, pois sempre saio melhor. Eu também escolhi e escolho ser feliz, mas em algumas horas acho que simplesmente me esqueço. Acho que vou escrever em papéis de deixar próximo, para que não me esqueça jamais.
Um beijinho

orvalho do ceu disse...

Olá, pessoa feliz!!!
Quanta FELICIDADE!!!
Escolher ser feliz... ser emotivo(a)... compadecerr-se... chorar... REZAR... emanar amor... SER GRATO(A)... SER OTIMISTA... CURTIR A VIDA... amigos virtuais.
Hum!!!
Que delícia de vida!!Bjs felizes.

Veronica Kraemer disse...

Mô, amei este post, fiquei feliz em ler!!!
Você é muito astral!!!
Te adoro, amiga!!!
Beijossssssssssss e um lindo feriado pra ti
Vero

Gina disse...

Também acho que fazemos escolhas.
Adorei essa frase, em especial: "Para mim existem momentos de tristeza, pois a felicidade habita em mim sempre!"
Bom final de semana!

Socorro Melo disse...

Oi, Mônica!

Que sejas muito feliz!

Eu tenho a mesma opinião que você, creio que felicidade é uma escolha, e que vivemos apenas alguns momentos de tristeza, e esses momentos de tristezas, não nos tornam infelizes.
Interessante a pesquisa sobre o contágio da felicidade, e creio que ela é contagiante sim, assim como o amor.

Beijos
Socorro Melo

Nilce disse...

Perfeito, Mônica!

É exatamente assim que vejo a felicidade. Na dependência de nós mesmos apenas.
Não é porque tenho um momento triste que deixo de ser feliz.
Eu também fiz a minha escolha: Sou feliz!

Bjs no coração!

Nilce

Cora disse...

Faço suas, minhas palavras...carrego lá minhas cicatrizes, choro vez ou outra mas escolho ser FELIZ!

Um beijo!!

Ps:. ah não foi a senhorita que concordou com a bela Hazel ao dizer:-eu também não gosto das letras de verificação nos comentários!! Hã!
Estou aqui para alerta-la foi a senhorita sim!! *))

Luma Rosa disse...

"A busca da felicidade não é um objetivo solitário. Nós estamos conectados, e esta é a nossa alegria", esta frase de certa forma contradiz o que escreveu acima "a felicidade não está em lugar nenhum fora de nós, ela habita dentro do nosso ser. Procurar fora é pura perda de tempo". Eu procuraria uma ligação comum a essas duas frases, dizendo que o meio em que vivemos, influencia diretamente na nossa noção do conceito de felicidade e, portanto, aquilo que afeta os nossos 5 sentidos, afeta a construção do nosso "ser" feliz. Bom fim de semana!

Meri Pellens disse...

Poucos compreendem como se pode ser feliz em meio às contrariedades, acham isso hipocrisia... Ah, mas quem encontrou sua Luz sabe que não é, não é mesmo?
Beijos na alma e abençoada semana!

Marliborges disse...

Também concordo com você, as escolhas são nossas, nos pertencem. Eu, assim como você, escolho ser feliz! Adorei o post e opbrigada por compartilhar essa pesquisa tão interessante. Bjsssss

Andréa Lisboa disse...

Oi minha flor! Adorei seu post, quantas vezes me preocupei com vc ao ver alguma notícia na tv e logo me lembrar da sua dor, vc é um exemplo de vitórias e com certeza o Universo agradece por suas emanações de energia. Hoje sou feliz também!!! la la la la... não foi fácil aprender, rsrs mas aprendi! Uma linda semana Topa???????? Beijosssssssssssssssssssssssss!!!

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Olá lindas flores!
Quero agradecer imensamente os comentários que fizeram, muito obrigada pelo carinho da participação e interação de vcs.

Estamos sim todos ligados pela teia da vida, a felicidade de um influencia na felicidade do outro, mas a felicidade da sua alma ninguém põe e ninguém tira! Ela caminha contigo por todas as eras de existência de vidas anteriores.

Flores e Luz à todas nós hoje e sempre!