segunda-feira, 1 de março de 2010

As “Armas do Matriarcado”


AS BRUXAS ANCESTRAIS DIZEM...

“Nos lugares onde se comercializam imagens de qualquer tipo, como representações de bruxas, existe uma conexão, com a linha de antigos espíritos ancestrais de bruxas, que viveram em outras épocas, a responsabilidade das Linhagens Sagradas.
Esses espiritos deambulam pela Terra, em busca de mulheres que sejam dignas de ser chamadas “bruxas”; diz isto falando de mulheres que se sintam honradas de ser conhecidas como tais.
As flores no campo são as bruxas da natureza, pois enfeitiçam e encantam a todos os que passam por elas; e somente pelo fato de que praticam a magia natural, devem ser honradas, respeitadas e amadas.
Elas, as flores, são o alimento natural das Sacerdotisas da Grande Mãe, a Terra, pois seu perfume é o Maná do qual as mulheres necessitam, para poder Ser parte integrante do eixo, que mantém o equilíbrio da Mãe Terra.
Ingerir alimentos que contenham a essência das flores, reforça o elo com o sagrado que existe na natureza.
As flores, esses seres perfumados que se embalam, num eterno ritmo encantado, ao sabor do vento, têm muito a oferecer-nos como exemplo de Força e Poder.
São bruxas naturais que servem a Força da Vida, de forma vital e inexorável, pois nada pode deter a conexão delas com as abelhas, com as Sacerdotisas, com as mulheres, pois elas, as flores chegam aos grandes centros urbanos, em uma forma essencial e transformadora: o mel.
Por isso, a magia com perfume (água de cheiro) flores e mel, é a mais poderosa que existe, porque une a Força e o Poder das quatro Linhagens Sagradas, criando o Poder Real da Lua das Estações Terrestre.
Se a esta magia, se soma uma borboleta, terás no mesmo feitiço a aliança da Lua das Estações Terrestre com a Lua das Estações Celeste, o maior Poder, concentrado em gotas, aromas e cores.
Por tudo isto, estes quatro elementos não podem faltar no altar de uma bruxa, que deve ser consagrado com estes elementos a Força da Vida, á Mãe Terra, á Mulher.
As flores representam o elemento Terra; o perfume (água de cheiro) representa o elemento Água; o mel, o elemento Fogo e por último, a borboleta representa o elemento Ar, O Sopro Criador.”
Como é possível comprovar, as quatro “armas” de poder da bruxa e das mulheres, das Sacerdotisas da Grande Mãe, é diferente das “armas” que nos ensinaram até agora, armas masculinas, de um mundo masculino, do patriarcado. (Debora Rocco)
Flores e Luz.


Nenhum comentário: